Facilidade e Controle

Trata-se basicamente de se aplicar a cada unidade comercializada um número serial único, que garante sua origem principalmente junto ao consumidor final. De posse de um produto serializado, o consumidor poderia consultar junto ao fabricante se o produto que tem em suas mãos provém realmente de seu fabricante oficial, ou se trata de uma falsificação. Normalmente este número serial pode vir acompanhado de data de fabricação, data de validade, lote e outras informações (ex.: GTIN, da GS1), e pode estar codificado em um código 2D (Data Matrix, ou DM). A serialização já é um excelente recurso contra a falsificação de produtos.

  • Geração automatizada e controle de validade de ranges de números de série.
  • Confecção personalizada de seriais de acordo com a necessidade do produto, de forma incremental ou decremental com prefixos e sufixos por regra.
  • Regras Suportadas
  • Hexadecimais
  • Decimais
  • MAC Address (media access control address)
  • IMEI (International Mobile Equipment Identity)
  • Data e Hora
  • IP (Internet Protocol)
  • Propriedades Específicas (descrições/números/imagens)
  • Geração antecipada de números série.
  • Impresão de etiquetas personalizadas para produtos, embalagens e caixas de embarque com códigos de barras unidimensionais, bidimensionais serializados e imagens de acordo com as informações técnicas necessárias para fabricação de cada produto.